PREMIO SUIÇO – SMART LIVING CHALLENGE

Posted: Junho 30, 2014 by rose rose in Bicicletaria Cultural

Estamos concorrendo com o premio SMART LIVING CHALLENGE.

http://vimeo.com/84075565

Inscrevemos a BICICLETARIA CULTURAL como ideia para transformar o mundo e as maneiras de coexistir.

->estamos juntos<-

segue nossa candidatura.

We are a practical idea already, as a social enterprise. We are the result of a private initiative of two cyclists activists, Patrícia Valverde and Fernando Rosenbaum that came to meet the lack of infrastructure in Curitiba downtown in august 19th,2011, initially motivated by the absence of safe bike parking in the city. In 3 years already, we serve business hours, Monday through Friday from 7:30 am to 7h30 pm except events and special days when we go further with a cultural and artistic agenda here. Our mission statement calls the celebrating of good ideas to cultivate a social base. In addition to bicycle parking our program has mechanical service with community use of tools inspired by the idea of bike church (where people can learn to repair their bicycles with the help of knowledgeable mechanics), basic course for those who do not know and bike balance teaching classes for all ages, e.g.:http://feriasnow.com.br/2013/08/31/antes-dos-30-aprendendo-a-andar-de-bicicleta/).

Our calendar is fulfill of music and visual arts exhibitions (this show http://www.p-arte.org/ is held here since its beginning), workshops, plays and events that contributes to the topics brought by the bike culture and their tangents issues as sustainability initiatives, ecological awareness, citizenship (for instance:https://www.youtube.com/watch?v=jNIgY8jKB0g), creativity, art and economy among others (http://www.bemparana.com.br/noticia/270597/bicicletaria-cultural-um-lugar-diferente).

The flow of people, interests and affinities focus here grow an immense capital of mobilization, with a powerful flow of information that ables and energizes new forms of co-existence, what is our vision as a social enterprise.

In this context, comprehensive and inflamed social issues and environmental emergencies, are the base of the problems that we treat, gathering more and more people to exercise their autonomy and discover their real needs.

Therefore, we are all interdependent and co-responsible of the traffic, pollution and the stress of urban space and so we work making compliments to the bike facilities, establishing the relationship with the metropolis, promoting more intimacy and complicity of the common space. This link presents a project that happened in 2012 when we offered free bikes as long as you stay responsible during its use (max.7 days):  http://oplanodasbikesbrancas.wordpress.com/2011/12/12/as-bikes-brancas-no-verao-2012/ and the partnership with an international event lending for free bikes to visit the open air works of art during the exhibition: http://www.bienaldecuritiba.com.br/2011/home/?secao=86

The achievements of this work includes the state law of Paraná no. 17.385 (13/12/2012) (view:http://rasca.com.br/arquivo/385/lei-17-385)  electing month of September as bicycle due to the promotion and development of proactive actions (thanks mostly to the ArtBiciMob Festivalhttp://artebicicletamobilidade.wordpress.com/, which since 2007 includes actions and activities in September) organized by the same community that follows Bicicletaria Cultural and currently, to the voluntary and collective construction of a public space, given by the city municipal government, located in front of us, called Praça de Bolso do Ciclista / Pocket Square Rider, to promote cycling in the city. See more: https://www.facebook.com/PracadebolsodoCiclista?fref=ts,  http://redeglobo.globo.com/rpctv/a-curitiba-que-eu-amo/platb/noticias/ainda-em-construcao-praca-de-bolso-do-ciclista-ja-cumpre-papel-importante-em-curitiba/,  http://redesustentabilidade.org.br/populacao-vai-para-rua-e-cria-praca-no-centro-de-curitiba/http://g1.globo.com/pr/parana/paranatv-1edicao/videos/t/edicoes/v/voluntarios-constroem-praca-do-ciclista-trabalhando-nos-fins-de-semana/3429866/

Collectively or individually, the bike compensates vehicle displacement as a means of quality of life through exercise, activation of health, sense of well being and economy. Finally, we are identified by the movement of the city for people (and not the cars), enhancement of public space (and not the enclosure built by shop windows and malls), and of the preservation of parks and squares favoring interaction and socialization of children, and young adults anyway.

A growing number of fans and even curious, are running for the possibility of change in their lives. We are witnessing a collective dreamed possibility. (Some more links that illustrates it:http://www.movimentoconviva.com.br/site/bicicletaria-cultural/http://forummundialdabici.org/)

Working with a low commercial vehicle appeal and close to community as we are, some difficulties can happen. Our sweaty and rare achievements, are still celebrated. Apart from the public budget to bike lanes policy, cut in recent years for failing to use (although projects were suggested and televised), Bicicletaria Cultural turned out to be a great vortex of popular mobilization although is needed finance help to improve and reform, expand jobs (http://bicicletadacuritiba.org/2012/03/a-bicicletaria-cultural-precisa-de-mais-mecanicos/) and increase revenue and maintenance.

This is a pioneer and central support to the rider in downtown. Here are some prizes we have: 1st national prize as a social entreprise by NGO Aliança Empreendedora (2012) -http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/ir-e-vir-de-bike/bicicletaria-cultural-vence-premio-nacional-de-empreendedorismo/; 1st national enterprise for the promotion of mobility trough bicycle by NGO Transporte Ativo – http://espn.uol.com.br/noticia/402111_transporte-ativo-divulga-ganhadores-do-premio-a-promocao-da-mobilidade-por-bicicleta-no-brasil-bike-e-legal and, the contemplation as a social enterprise to participate in Projeto Legado/ Legacy Project (2014), and have professional consultancies – recently we received the “Project Management for evelopment Professional”  – PMD Pro (level1) certification (http://projetolegado.org/conheca-os-selecionados-para-o-projeto-legado-2014-2015/).

Its founders with spontaneous employees manage to organize Bicicletaria Cultural as a family that promotes the meeting of generations, interdisciplinarity and a new way to co-exist.

CURSO DE MECÂNICA NESTE SÁBADO

Posted: Julho 24, 2014 by rose rose in Bicicletaria Cultural

curso mecanica de bicicletaWEB

livro NOWTOPIA de Cris Carlsson

Posted: Julho 21, 2014 by rose rose in Bicicletaria Cultural

 

 

 

Venda exclusiva do livro NOWTOPIA de Cris Carlsson. R$50,00


À medida que o capitalismo encurrala cada centímetro do planeta – buscando transformar tudo e todos em mercadorias, seres sencientes em coisas, ao mesmo tempo em que busca colonizar até nossos pensamentos e controlar nossos desejos e comportamentos – surgem novas práticas que vão subvertendo essa lógica e abrindo espaços de imprevisibilidade. Neste livro, conheceremos pessoas que estão lutando com a dualidade entre ganhar a vida e expressar sua humanidade integral. O que vemos no movimento nowtópico não é uma luta pela emancipação dos trabalhadores dentro da tradicional divisão capitalista do trabalho; em vez disso, vemos a busca por transcender sua condição de meros trabalhadores. Surgem iniciativas que se empenham em escapar do labutar infindável que caracteriza o consumismo e o excesso de trabalho; pessoas que estão envolvidas na apropriação criativa de tecnologias para fazer algo por sua própria escolha. Para elas, o tempo é mais importante que o dinheiro. O acesso a bens tem sido o principal incentivo à aceitação da ditadura da economia, mas, aqui e ali, a sedução da riqueza material oca – e com ela, da disciplina imposta pela vida econômica – está se desfazendo. Exemplos como os que encontramos em Nowtopia começam em nível local, mas podem se espalhar com velocidade surpreendente. Nosso momento na história, fruto desse embate contraditório, é tão assustador quanto revigorante.

capa da versao brasileira

https://www.behance.net/lucianorbarbosa

 

 

ESTAMOS VENDENDO O ÚLTIMO

Posted: Julho 16, 2014 by rose rose in Bicicletaria Cultural

 

 

ÚLTIMO PONCHO EXCLUSIVO DA PIRAMUNDO 

PRODUTO ALEMÃO DA MARCA TCHIBO

ÓTIMO PARA BICICLETA & CURITIBA

NA COR VIOLETA, SIMILAR A ESTE.

TAMANHO ÚNICO

POR: r$153,00

VauDe_Bike_Regenponcho_Valdipinio_blau_2_450x450

Paraná

Posted: Julho 16, 2014 by rose rose in Bicicletaria Cultural

Originally posted on Rotação de culturas:

VISIONÁRIO INVISÍVEL: O CIRCUITO CURITIBANO DE ARTES VISUAIS
Newton Goto

Com diversos espaços institucionais expositivos e com um histórico de mostras oficiais e de acontecimentos autônomos reconhecidos nacionalmente, o circuito curitibano de artes visuais é bastante estruturado. Alguns artistas e feitos dessa cena chegaram e chegam a ter projeção internacional. Em relação ao contexto brasileiro pode-se constatar a precocidade do surgimento desse circuito, tendo em vista que os primeiros arranjos produtivos locais se efetivaram e começaram a fazer escola já na década de 80 do século XIX. Ainda assim, paradoxalmente, essa consolidada história – com suas tradições e rupturas – parece um tanto desencaixada de uma assimilação por parte da maioria das leituras sobre a produção artística brasileira, e isso se deve, essencialmente, a uma lógica ainda hoje em voga vinculada ao monopólio do discurso da indústria cultural brasileira, centrada nas maiores metrópoles do país – São Paulo e Rio…

View original mais 9.653 palavras

dica: ouça essa entrevista da CBN do amigo Bernard Lamarq. Uma delícia ouvi-lo se esforçando em falar francês. Ele dará uma oficina de tecnologia da panificação francesa e aqui tem mais informações. Ouçam meus amigos, http://www.cbncuritiba.com.br/site/texto/noticia/Entrevista/16315 ele fala de vcs: Margit Leisner Oldy Mazzardo Goura 4330

O livro trilíngue (espanhol, português e inglês) intitulado Diretório de Gestões Autônomas de Arte Contemporânea – América Latina (Jorge Sepúlveda T. e Ilze Petroni (editores), Susana Quintero e Kamilla Nunes – 240 páginas) é uma compilação de referências e dados das mais de 200 iniciativas em 18 países que integram a rede. O livro conta também com seis textos de análise sobre a concepção e o desenvolvimento do modelo de trabalho de gestão autônoma de arte contemporânea.

O objetivo da publicação é fortalecer e diversificar a difusão do trabalho de cada um de seus membros, assim como gerar documentação histórica destinada a universidades, centros culturais, centros de documentação e arquivos de arte contemporânea. As 227 iniciativas listadas no Diretório exibem a grande diversidade de atuações quando se trabalha em arte contemporânea, apontando através de seus prolongamentos, coordenações e colaborações, outras formas de se relacionar como sujeitos políticos, grupos e associações.

O lançamento do livro acontecerá no dia 25 de julho às 19h na Bicicletaria Cultural e tem entrada gratuita.DIRECTORIO_GESTIONES_AUTONOMAS_presentacion_libro_seminario_curitiba

Ciclos – curta para Noite de Kino 2011

Posted: Julho 11, 2014 by rose rose in Bicicletaria Cultural

Originally posted on | rodrigo dias - cineasta e designer |:

Curta produzido pela turma 5 da Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André para o evento Noite de Kino 2011 realizado pela Kinoforum durante o 22º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo.

No sábado, dia 27 de agosto de 2011, Alex Mountfort, Bruno Amorim, Gilberto Xis, Rafael Batalhão junto com o mestre André Saito e grandpa Sérgio Pires se encontraram com os outros alunos selecionados pelas escolas de cinema na Cinemateca Brasileira para um café da manhã e deram início à maratona de produção de curtas inéditos com duração de 3 minutos cada um.

Durante esse encontro, os grupos se reuniram e receberam o tema (BICICLETA) que serviu de inspiração para os roteiros. Depois desse café, todos as equipes saíram para produzir tudo em uma jornada de 72 horas. A equipe da ELCV rumou para Santo André onde encontraram com outros alunos que estavam dispostos…

View original mais 206 palavras

BLOGUE DE QUEM FAZ CERVEJA

Posted: Julho 2, 2014 by rose rose in Bicicletaria Cultural

http://www.oficinaeoficio.com/

VOTE NA BICICLETARIA CULTURAL.

http://2014.smartlivingchallenge.com//ct/ct_a_view_idea.bix?c=62895A3C-7664-457A-A685-A6C02981617B&idea_id=78AD670D-61A3-4AC7-948A-044B9886EE07

SE INSCREVA COM SEU EMAIL .

Vídeo  —  Posted: Julho 2, 2014 by tissa valverde in Bicicletaria Cultural

 

 

 

AROS AERO PAREDE DUPLA “CHALLENGER” NA COR BRANCA COM RAIOS ZINCADOS PRETOS E CUBO ROLAMENTADO PRETO.

-ESTÃO NA SUPERPROMOÇÃO-

R$ 150,00 O PAR.

ImagemIMAGEM ILUSTRATIVA COM ARO NA COR PRETA.

 

estamos concorrendo para o premio smart living challenge,

ajude a votaçao na bicicletaria cultural – se voce acha que somos uma boa idéia acontecendo.

COMPARTILHE – VOTE

para isto tens que inscrever seu email.

smartlivingchallenge

PARA SE EQUIPAR NESTE FRIOZINHO

Posted: Julho 1, 2014 by rose rose in Bicicletaria Cultural

Vento só no cabelo com o  novo anorak Importado Alemão exclusivo da PIRAMUNDO> R$273,00

voce encontra aqui na BICICLETARIACULTURAL.

anorak fem.

CADASTRE SEU EMAIL E VOTE NA IDEIA QUE DEU CERTO.

http://2014.smartlivingchallenge.com//ct/ct_a_view_idea.bix?c=62895A3C-7664-457A-A685-A6C02981617B&idea_id=78AD670D-61A3-4AC7-948A-044B9886EE07

Vídeo  —  Posted: Julho 1, 2014 by rose rose in Bicicletaria Cultural

Originally posted on wesley costa val felippe:

Novo recurso do serviço de mapeamento da gigante de buscas informa sobre subidas e elevações no caminho da sua bicicleta.

O Google adicionou um novo recurso mais do que bem-vindo para ciclistas no seu serviço de mapas. A partir de agora, os ciclistas que resolverem usar o Google Maps para traçar um caminho para o trabalho, por exemplo, poderão ficar sabendo se esse caminho traz elevações que podem dificultar o trajeto.

Além de informar sobre possíveis subidas no caminho da sua bicicleta, a gigante de buscas também lista a altura da elevação e a distância dela.

Descoberta em primeira mão pelo pessoal do TechCrunch, a novidade foi confirmada pelo Google, mas a empresa não fez um anúncio sobre o recurso até o momento.

Brasil

No entanto, vale notar que as rotas para ciclistas ainda não estão disponíveis para o Maps no Brasil. Por enquanto, o serviço está disponível em um…

View original mais 7 palavras

Originally posted on Mobilidade Humana:

Essa é a Halfbike (algo como “meia bicicleta”, em tradução livre). A criação é da Kolelina, um laboratório de design que se definie como um grupo de jovens dedicados à pesquisa de sistemas alternativos de transporte.

A Halfbike é uma mistura de bicicleta com patinete e pretende ser uma alternativa para o transporte urbano. Rápida, ágil e extremamente prática, ela pode ser uma aliada perfeita para o transporte público, ajudando os pedestres a descolarem de e para pontos de ônibus e estações de metrô.

Sem guidão nem acento, seu usuário vai em pé, mas conta um cano de apoio e três rodas, que garantem equilíbrio e facilidade para manobras, como você pode ver nesse vídeo:

Feita de alumínio, a Halfbike pesa menos de 8 kg e tem 1,30 m. E, segundo a Kolelina, é um meio de transporte que não só facilita o dia-a-dia, como traz alegria e vai…

View original mais 8 palavras

Link  —  Posted: Junho 27, 2014 by rose rose in Bicicletaria Cultural

day 115

Posted: Junho 27, 2014 by rose rose in Bicicletaria Cultural

Originally posted on Ju Around the World:

Juliana no pais das bicicletas… Porque aqui a gente ve bike de tudo que eh jeito, formato, cor, com banco, sem banco, com Monalisa…
115

View original

Originally posted on Vizion Bikes:

A Corrente da sua bicicleta é uma das partes fundamentais para o bom funcionamento da sua pedalada. Mas como você tem tratado a sua corrente? Se você quiser cuidar melhor da corrente da sua bike e aumentar a vida útil desse componente tão importante, vamos te mostrar o que você pode fazer.

corrente-de-bicicleta_294872

A Corrente

A primeira bicicleta a possuir um sistema com corrente ligada às rodas foi projetada por H.J.Lawson, no ano de 1874.  De lá pra cá muita coisa mudou, embora não pareça, mas hoje em dia temos correntes muito mais estreitas e leves no mercado, e algumas tem um acabamento de níquel que as protegem da oxidação. Mas por mais modernas que possam ser as correntes, elas ainda precisam de cuidados para que tenham sua vida útil aumentada.  

A Bicicleta de Lawson, a primeira a usar corrente na transmissão

A Bicicleta de Lawson, a primeira a usar corrente na transmissão

Manutenção/Limpeza

Tem gente que acha que manutenção só…

View original mais 592 palavras

Sou Bike

Posted: Junho 27, 2014 by rose rose in Bicicletaria Cultural

Originally posted on Histórias, viagens, fotos e bobagens...:

Foi criado um novo grupo de ciclismo aqui em Campo Mourão, chamado Sou Bike. Já existia o Bike Vida e com a criação do novo grupo, as opções de dias e horários para pedalar em grupo, bem como a quilometragem do pedal, ficou maior. Isso beneficia quem não tem muito tempo disponível, como no meu caso.

Já fiz vários pedais muito divertidos com o pessoal do Sou Bike. Foram pedais diurnos e noturnos, principalmente por áreas rurais, com paisagens muito bonitas. E o melhor de tudo são as novas amizades que vão surgindo.

Abaixo algumas fotos de pedais com o Sou Bike:

1

Pedal diurno.

Pedal diurno.

Pedal noturno.

Pedal noturno.

Pedal na chuva.

Pedal na chuva.

Pedal no barro.

Pedal no barro.

Pedal na natureza.

Pedal na natureza.

Belas paisagens.

Belas paisagens.

Pit stop para o xixi.

Pit stop para o xixi.

Sábado de sol.

Sábado de sol.

Pedal em grupo.

Pedal em grupo.

Ciclistas felizes...

Ciclistas felizes…

Ciclistas descontraídos...

Ciclistas descontraídos…

Pedal em área rural.

Pedal em área rural.

View original

Ciclovias

Posted: Junho 27, 2014 by rose rose in Bicicletaria Cultural